O QUE É A CORTIÇA

A cortiça é um produto extraído da casca da Quercus suber L., uma árvore originária das terras da orla do Mediterrâneo.

Da família das faias e dos castanheiros, esta árvore encontrou o seu habitat ideal nesta região caracterizada por uma combinação única de solo, clima e vegetação circundante, onde tudo contribui para criar o ambiente mais propício do mundo para crescimento do sobreiro.

Com cerca de 660.000 hectares de florestas de sobreiros, Portugal detém mais de metade da produção mundial de cortiça.

Após aproximadamente 30 anos de vida, quando a planta atinge pelo menos 60 centímetros de circunferência, pode-se realizar a colheita da cortiça.

A cortiça é, essencialmente, a parte exterior da casca da árvore, constituída por pequenos alvéolos em forma de poliedro de 14 lados. Comprimidos com uma densidade que pode ir até 40 milhões por centímetro cúbico, os alvéolos estão separados entre si por uma parede formada por um revestimento de três camadas; uma camada lenhosa (madeira) que lhe fornece a estrutura, rodeada por uma camada suberosa, que por sua vez está coberta por uma camada de celulose.

A suberina, uma complexa mistura de ácidos gordos e álcoois orgânicos pesados, é a substância básica da cortiça.

Impermeável a gases e líquidos, é também resistente ao fogo e a insectos e não é afectada pela água.

O ácido tânico diminui ainda mais qualquer tendência para uma deterioração natural, transformando a cortiça num produto virtualmente indestrutível. Sendo assim, é perfeitamente compreensível que os sobreiros vivam durante cinco séculos ou mais.

 

PORQUÊ CORTIÇA?

Esta pode ser preparada para resistir à àgua, à acção dos agentes corrosivos, ao tempo.

Não é inflamável, é antimofo.

Como material acústico, deixa os ambientes silenciosos (absorve o ruído por vibração e ressonância).

É antitérmica, aquece no inverno e mantém uma agradável temperatura na verão, dando melhor rendimento aos condicionadores de ar.

É antivibrátil, devido à sua elasticidade (14,38 Kgf/cm2), e resistente (tensão de limite de 2,10 Kgf/cm2), com uma deformação de apenas 5%.

Pense nas propriedades da cortiça, ela é extremamente leve, é impremeável aos líquidos e aos gases, compressível, elástica, mau condutor térmico e acústico, praticamente imputrescível.

Os Soalhos Donatos, unem às características peculiares da cortiça, o notável valor natural e estético da madeira, tornando-se assim, um elemento de decoração imprescíndivel, não esquecendo desta forma, a BIOARQUITECTURA, uma técnica de construção coerente, que respeita o homem e o ambiente.

Decorar um ambiente com um soalho com madeira nobre e cortiça, significa criar as melhores e mais naturais condições de habitabilidade, satisfazendo assim as exigências modernas, e o que é mais importante, com a ajuda directa da natureza: de facto, a cortiça é o melhor ISOLADOR TÉRMICO E ACÚSTICO existente na natureza.

 

PROPRIEDADES DA CORTIÇA

Propriedades da Cortiça:

Um excelente vedante;

Um excelente isolador térmico;

Um execelente isolador acústico;

Resistente ao desgaste;

Impermeável aos gases e líquidos;

Não perde volume.

A cortiça constitui neste momento uma ferramenta de trabalho imprescíndivel, aos profissionais, nomeadamente arquitectura e engenharia, para de acordo com as normas de isolamento acústico em vigor, poderem satisfazer as necessidades de uma construção de qualidade que é cada vez mais exigente.

A este conjunto tão notável de qualidades se deve a crescente generalização e valorização do prestimoso revestimento do SOBREIRO.

 

CARACTERISTICAS

Os sobreiros estão prontos para oferecer cortiça numa periodicidade mínima legal de 9 anos.

O descortiçamento é realizado segundo técnicas muito especiais, de modo a não afectar o natural desenvolvimento do sobreiro.

A cortiça recém extraída, em cortes longitudinais e transversais, é acondicionada em placas sobrepostas, aguardando novo destino.

A cortiça, em forma de tapadeira nas ânforas, é a mais antiga das aplicações conhecidas como vedante, remontando a milhares de anos atrás...

A cortiça possui propriedades isolantes que emprestam aos espaços a sensação de conforto.

O aglomerado de cortiça expandido puro é largamente utilizado no isolamento acústico e térmico de telhados, tectos, paredes e pavimentos.

Elevada resistência à abrasão e o alto poder de conservação são garantias inquestionáveis.

 

ISOLAMENTO ACÚSTICO

/: Um excelente ISOLADOR ACÚSTICO

A cortiça constitui neste momento uma ferramenta de trabalho imprescíndivel, aos profissionais, nomeadamente arquitectura e engenharia, para de acordo com as normas de isoalmento acústico em vigor, poderem satisfazer as necessidades de uma construção de qualidade, cada vez mais exigente.

/: Fig. Isolamento Acústico da DONATOS

Esta figura, pretende demonstrar o potêncial do Soalho da Donatos.

A utilização da Cortiça como elemento de isolamento acústico, permite uma redução na propagação de sons e resonância em mais de 50%.
Traduzido em décibeis: 17 a 20 Db.

 

ISOLAMENTO TÉRMICO

/: Um excelente ISOLADOR TÉRMICO

A excelente relação resistência peso das placas de cortiça, bem como a sua capacidade para suportar cargas elevadas, são factores importantes na hora de isolar termicamente os soalhos.

A cortiça é o tipo de produto adequado para isolamento térmico de soalhos, até porque é insensível à humidade existente.

A cortiça, devido à sua estrutura de célula fechada, é o isolamento térmico mais adequado para a aplicação em contacto com a laje, é resistente à àgua, não se deteriora com o decorrer do tempo e é imputrescível.